Vereador Squizato critica a falta de investimento em iluminação
POLÍTICA 30/08/2017 - 01:35
 
 
Pedro Ferreira

Apesar de todo o dinheiro arrecadado com a taxa mensal de Custeio da Iluminação Pública (CIP), o cidadão ferrazense continua sofrendo com a escuridão que toma conta da cidade, depois de passados oito meses da atual administração municipal. Para esclarecer porque a Prefeitura local não realiza a manutenção periódica, ou seja, a troca de lâmpadas, de reatores e de braços de luz e muito menos faz algum tipo de investimento em novos pontos, o vereador Claudio Roberto Squizato (PSB) apresentou um requerimento, na segunda-feira, dia 28.

Com a CIP, estima-se que o Poder Executivo arrecada por mês cerca de R$390 mil, porém, desse total, mais de R$220 mil corresponde ao pagamento de contas e, portanto, no fundo, sobraria mais de R$150 mil para serem aplicados em novos pontos, no entanto, na prática, não é isso que vem acontecendo na cidade. De acordo com Squizato, existiriam no momento mais de três mil locais escuros no município. Em compensação, a falta de iluminação influencia diretamente no aumento da violência. “Por isso, o morador cobra tanto uma ação governamental firme”, avalia Squizato.

Em seu requerimento, o vereador pede o montante de dinheiro arrecadado de janeiro deste ano até a presente data, quanto foi o valor devidamente investido na compra de materiais e na manutenção de equipamentos para tal finalidade e o número de contratos firmados e as modalidades de licitação. Além disso, Squizato solicita que seja enviada a Casa toda a documentação pertinente às aquisições feitas contendo cópias de notas fiscais emitidas e recibos de locação de equipamentos, entre outros, dados realizados nos primeiros oito meses deste ano.           

A iniciativa do socialista foi elogiada pelos colegas José Aparecido Nascimento (PT), o Aparecido Marabraz, Claudio Ramos Moreira (PT), Luiz Fabio Alves da Silva (PMDB), o Fabinho, Eliel de Souza (PR), o Eliel Fox, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB) e Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha. Para eles, a municipalidade falha por deixar a cidade às escuras e, ao mesmo tempo, facilitando a ação de marginais contra cidadãos indefesos. No fundo, os vereadores exigem o fim da escuridão em resposta ao clamor da comunidade em geral.

 
 
Não esqueça de comentar
 
Pesquise em nosso Acervo
 
Leia também
  Temer fala na Conamad sobre os caminhoneiros
Na presença de pastores da Igreja Assembleia de Deus de todo país, o presidente Michel Temer pediu o
 
  Temer anuncia pastor Ronaldo Fonseca como novo ministro
O presidente Michel Temer escolheu como novo ministro da Secretaria-Geral o deputado Ronaldo Fonseca
 
  Definida celebração dos 110 anos da imigração
O Congresso Nacional celebrará os 110 anos da imigração japonesa no Brasil com uma série de atividad
 
Publicidade
 
Em cima da Hora
  Pela primeira vez, TSE manda retirar fake news da internet
O ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos determinou hoje (7) que o F
 
  Temer se reúne com presidentes da Assembleia de Deus no Brasil
O presidente Michel Temer, participa da Assembleia Geral Extraordinária da Convenção Nacional das As
 
  Veja fatos que marcaram os dois anos do governo Temer
O presidente Michel Temer reúne nesta terça-feira (15), no Palácio do Planalto, a equipe ministerial
 

 

© 2018 JE - Jornal Evangélico - O Jornal Evangélico é uma publicação Interdenominacional.
Todos os direitos reservados.