Eleições da CGADB e seus andamentos na justiça
IGREJA 31/03/2017 - 11:54
 
 

Medida coercitiva foi tomada para que se cumpra liminar que pede cancelamento da candidatura de José Wellington Jr

Uma determinação judicial expedida pela comarca de Corumbá de Goiás intimou a Scytl Soluções em Informática, empresa responsável pelo sistema online de votação da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) a cumprir a liminar que determinou a anulação do registro da candidatura do pastor José Wellington Jr.

O juiz Levine Raja Gabaglia determinou que a Scytl cumpra a ordem em 24 horas, sob pena de ter o bloqueio compulsório de R$ 400 mil de suas contas bancárias.

A ação foi requerida pelo pastor Efraim Soares de Moura e se deu depois que sete liminares foram sistematicamente descumpridas pela CGADB e Scytl.

Além do cancelamento do registro de José Wellinton Jr, a medida, de caráter coercitivo, determinou o desentranhamento dos autos, ou seja, a retirada de documentos do processo devido a irregularidades encontradas, incluindo uma procuração não original juntada às folhas do processo.

A ordem judicial cita ainda que, no caso de resistência ao cumprimento, o responsável seja conduzido à delegacia de polícia e seja realizado flagrante de crime de resistência ao cumprimento de ordem judicial e crime de desobediência.

Esta eleição está sendo marcada por forte intervenção da justiça, na forma de liminares ingressadas em diversos estados do país. A finalidade, segundo os autores das ações, é cancelar atos ilícitos ocorridos no processo eleitoral. Um deles é a inscrição de 10479 inscrições, muitos feitos à revelia, e outros de nomes de pastores que não mais pertencem à convenção e até de outros falecidos.

A eleição, marcada para 9 de abril, é motivo de muita expectativa pois representa a possibilidade de troca de comando após 25 anos da liderança do pastor José Wellington Bezerra da Costa.

Com a saída de José Wellington Jr, a disputa se daria entre Samuel Câmara, presidente da Assembleia de Deus em Belém e Cícero Aparecido Tardim, presidente da Assembleia de Deus Alto Piriqui (PR).

 

 
 
Não esqueça de comentar
 
Pesquise em nosso Acervo
 
Leia também
  Nova decisão da Justiça cancela eleições da CGADB
Um novo capítulo na guerra jurídica das Assembleias de Deus teve lugar na manhã deste domingo (9). A
 
  CGADB consegue liminar e José Wellington Junior disputa eleições
As eleições da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil) mais parecem um roteiro de
 
  Eleições da CGADB e seus andamentos na justiça
Uma determinação judicial expedida pela comarca de Corumbá de Goiás intimou a Scytl Soluções em Info
 
Publicidade
 
Em cima da Hora
  Leonardo Euler é nomeado presidente da Anatel
O Presidente da República nomeou o conselheiro Leonardo Euler de Morais para exercer o cargo de Pres
 
  Grupos musicais já podem se inscrever para a Cantata de Natal
A Secretaria de Cultura de Suzano está com inscrições abertas para corais, orquestras e outros grupo
 
  Mais uma creche escola começa a ser construída em Suzano
A obra da creche escola programada para o Residencial Nova América, distrito de Palmeiras, já começo
 

 

© 2016 JE - Jornal Evangélico - O Jornal Evangélico é uma publicação Interdenominacional.
Todos os direitos reservados.