Guerra Fria Não é Comunhão, por Eguinaldo Helio
ARTIGOS 23/01/2017 - 20:21
 
 

Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. (1 João 1.3)

Relacionamentos sem conflitos nem sempre indicam comunhão. Muitas vezes não passam de indiferença, de estratégia “política” ou mesmo de uma trégua prudente. Não há brigas, contendas ou atritos. Só há o silêncio insosso e insípido. As pessoas convivem interagindo o mínimo possível, no esforço de evitar choques. Quem observa esse ambiente pacífico o julga saudável e suficiente. Uma paz ruim é sempre melhor do que uma boa guerra.

Todavia, essa não é a comunhão que Deus deseja encontrar entre o seu povo. Isso não representa o ideal divino de irmãos vivendo em união, que é “como o óleo precioso que desce sobre a barba, a barba de Arão…” (Salmo 133.2). Por melhor que aparente ser, não é união. Trata-se de pessoas caminhando lado a lado, evitando o menor toque. Isso impede tumultos, mas não produz comunhão, não atrai a bênção de Deus, não é “como o orvalho de Hermon, que desce sobre os montes de Sião, onde o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre” (Salmo 133.3)

Mesmo que eu não brigue com meu irmão em Cristo, isto não significa que eu o amo. Não significa que nossas vidas estão ligadas em um só Espírito, que o Espírito de Deus flui entre nós como em um só Corpo. Quer dizer apenas que me isolei dele o suficiente para caminhar ao seu lado sem que nossas almas se toquem. Somos lagartas em nossos próprios casulos e não sangue e vida do Corpo de Cristo.

Nós já experimentamos muitas vezes o que Deus pode fazer quando ele encontra um grupo, pequeno ou grande, que tem não apenas comunhão com Ele, mas comunhão uns com os outros. Então o Espírito opera, flui e faz sentir sua presença. O que dois ou três verdadeiramente concordam, o Pai verdadeiramente faz.

Precisamos de perdão, amor fraterno e comunhão. Estar não apenas reunidos, mas unidos em só coração e espírito. Não apenas ajuntados, mas unificados em amor, Naquele que nos chamou para andar Nele.

“… para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo.” (1 João 1.3).

Fonte: https://devocionaiseesbocos.wordpress.com/

 
 
Não esqueça de comentar
 
Pesquise em nosso Acervo
 
Leia também
  Quando o Perfeito Chegar, Ubirajara Crespo
Sem duvida alguma os avanços tecnológicos trouxeram muitos benefícios para a divulgação da Palavra.
 
  Eu Quero Uma Desculpa, por Eguinaldo Helio
Eu quero uma desculpa para não obedecer a Deus. Uma desculpa para não orar, para não ir à igreja, pa
 
  Não Basta, por Eguinaldo Helio
Não basta termos a Bíblia. Precisamos lê-la. Não importa o número de traduções, tipos e edições que
 
Publicidade
 
Em cima da Hora
  Leonardo Euler é nomeado presidente da Anatel
O Presidente da República nomeou o conselheiro Leonardo Euler de Morais para exercer o cargo de Pres
 
  Grupos musicais já podem se inscrever para a Cantata de Natal
A Secretaria de Cultura de Suzano está com inscrições abertas para corais, orquestras e outros grupo
 
  Mais uma creche escola começa a ser construída em Suzano
A obra da creche escola programada para o Residencial Nova América, distrito de Palmeiras, já começo
 

 

© 2016 JE - Jornal Evangélico - O Jornal Evangélico é uma publicação Interdenominacional.
Todos os direitos reservados.